No dia 5 de setembro é celebrado o Dia da Amazônia. A comemoração se deve pela floresta ser a maior reserva natural do planeta (ou pulmão do mundo). O território dela abrange nove países, sendo que a maior parte está em solo brasileiro. Para chegar até o local o ponto de partida é pela cidade de Manaus, no estado do Amazonas. Que tal uma viagem de barco até lá?

Por onde começar

Viagem de barco no Amazonas, Guichê Virtual

Viagem de barco no Amazonas | Foto: Banco de imagens

Uma das atrações da Amazônia é o passeio de barco que leva ao encontro dos famosos rios Negro e Solimões. Os cursos dos rios percorrem lado a lado, por mais de seis quilômetros (juntos) sem que as águas se misturem. Um tem a cor marrom, por conta do barro, e o outro tem coloração bem escura.

Durante o passeio de barco, uma dica é aventurar-se pela mata, navegando com canoas pelos chamados igarapés (das florestas inundadas). Ou, ainda, conhecer as aldeias indígenas. Neste cenário, você poderá ver espécies de pássaros e plantas.

O que mais posso fazer?

Índios, Viagem de barco

Índios da região amazônica | Foto: Banco de imagens

Durante o passeio de barco (para ver os rios) é possível observar os botos que habitam a região da Amazônia.

Esse tour é oferecido por algumas agências de turismo de Manaus. Então, é imprescindível marcar os passeios com antecedência, para não perder a viagem.

Além disso, alguns guias oferecem passeios a um centro de artesanato indígena, em que a caminhada começa pela Floresta Amazônica. Nesta visita, o turista tem bastante contato com as populações ribeirinhas das florestas e os índios da região.

Outro tour bastante requisitado é conhecer o Parque Ecológico Janauar, reserva onde tem diversas vitórias-régias, ótimas para quem procura grandes cliques e observar espécies de répteis diferentes.

Leia também:
3 lugares para viajar na região Amazônica!
5 lugares folclóricos para viajar de ônibus

Powered by Rock Convert

Tenho que tomar vacinas?

Sempre que se viaja para a região norte do Brasil é recomendado tomar vacina contra a febre amarela. Contudo, ela não é obrigatória. Além disso, é importante lembrar de tomar a vacina contra tétano.

Atenção: também é cauteloso levar nas malas um “kit de primeiros-socorros”, caso ocorra  algum contratempo.

No meio do pulmão do planeta, a Amazônia, é bom não contar com os remédios diferentes disponíveis em farmácias, por isso tenha as mãos a sua “farmacinha”.

Melhor época para ir

Podemos dizer que a região da Amazônia pode ser divida em duas estações:

  • Dezembro a Maio: período chuvoso, em que os barcos podem navegar por trechos maiores. Também nesta época, é mais fácil a locomoção para fazer passeios de canoa pelos igapós (conhecidos como florestas inundadas).
  • Julho a Novembro: período de seca, bom para aproveitar as praias, chamadas de fluviais, que somem quando o rio está denso e cheio (no período de chuvas).

Viagem de barco:

Se você quer aventurar-se e conhecer toda a região da Amazônia, recomendamos a viagem de barco entre as cidades de Belém, capital do Pará, até Manaus (AM). O percurso dura cinco dias e pode lhe reservar paisagens pitorescas.

O trajeto inverso, chamado Manaus-Belém, via fluvial, é percorrido em quatro dias.

Dicas úteis:

Estação Hidroviária do Amazonas | Tel.: (92) 3088-5764.

Para mais informações acesse o site da Prefeitura de Manaus.

***

Você já foi até a Amazônia? Nos envie a sua história para [email protected] e compartilhe com o Brasil sua viagem! 🙂