O Brasil é tão grande que é conhecido como um país continental! Por isso, nosso país tem uma enorme variedade de características topográficas e condições climáticas, que podem afetar a saúde do viajante. E é aí que surge a dúvida: quais são as vacinas para viajar?

A imunização é indicada pelo Ministério da Saúde e órgãos internacionais para evitar doenças endêmicas e contagiosas. Por isso, vale lembrar a importância de manter a carteira de vacinação em dia, de acordo com o calendário nacional de vacinação do Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde.

Fique atento!

Além das vacinas obrigatórias, outras poderão ser exigidas e/ou recomendadas ao viajante que se desloca para áreas de risco, como medida preventiva. Para isso, é preciso planejamento, pois as vacinas têm um tempo para a proteção esperada e efetiva, que varia entre 10 dias e 6 semanas. A vacina contra a febre amarela, por exemplo, precisa ser tomada com pelo menos 10 dias de antecedência da data da viagem.

No Brasil

Agora, a vacinação contra a febre amarela já faz parte do calendário vacinal. Essa vacina é altamente recomendada ao turista que vai viajar, em especial, para cidades dos seguintes estados brasileiros:

  • Acre
  • Amapá
  • Amazonas
  • Distrito Federal
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Pará
  • Rondônia
  • Roraima
  • Tocantins

Entre as vacinas para viajar pelo Brasil, a contra a febre tifoide também é recomendada. Ela deve ser tomada para viagens programadas para o Norte e Nordeste do Brasil, regiões onde as condições de saneamento básico ainda não atingiram os padrões ideais.

Outras vacinas que precisam estar em dia são: Hepatites A e B; Poliomielite (paralisia infantil); Difteria, Tétano e Coqueluche; Meningite Meningocócica (MM); HPV; Sarampo, Caxumba e Rubéola (SCR); Varicela; Tuberculose; Pneumonias, Meningites, Otites e Sinusites; Raiva Humana; Cólera e Diarreia do Viajante (DV).

Faça da viagem um pretexto para também atualizar sua carteira de vacinação. A rede pública do Sistema Único de Saúde (SUS) oferece estas vacinas gratuitamente. Em todo país, são mais de 30 mil salas de vacinação.

Na América Latina

Em alguns países da América do Sul também é recomendada a imunização contra a febre amarela. Na Argentina, assim como no Paraguai, a vacinação contra a doença não é uma exigência, mas é recomendada pelas autoridades. Melhor prevenir do que remediar, não é?

Entretanto, há países na América do Sul e em outros continentes que exigem um Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP) e, em grande parte deles, a febre amarela é a imunização solicitada.

Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP)

Vacinas para viajar, Guichê Virtual

Viajar para fora do país requer alguns cuidados! Um deles é viajar com o Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia em dia ao visitar os países que o exigem. Este documento nada mais é que uma carteira de vacinação internacional, mas é diferente da sua carteirinha de vacinação tradicional.

O CIVP comprova a vacinação contra a febre amarela e outras doenças e, de acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), já são mais de 120 países que exigem o certificado internacional de vacinação contra a febre amarela. Esse documento é emitido em quase 90 Centro de Orientação de Viajantes (COV), espalhados por todo o Brasil.

Para encontrar o Centro mais próximo, você deve verificar os endereços ou fazer um pré-cadastro no site da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Há ainda postos da Anvisa localizados em portos, aeroportos e fronteiras que também funcionam como Centros de Orientação, podendo emitir o certificado de forma gratuita, mas sem a possibilidade de vacinação.

Outros cuidados

A maior orientação é: mantenha a sua carteira de vacinação em dia. Na dúvida? Consulte sempre seu médico para certificar-se sobre suas condições de saúde e viajar com tranquilidade.

Também é importante usar repelentes e dar preferência para quartos com janelas e portas que sejam teladas e/ou cortinadas. Assim você evita a malária, a dengue e outras doenças transmitidas por mosquitos.

Mais informações

Tem alguma dúvida específica? Você pode obter mais informações sobre vacinas para viajar pelo Brasil e países da América do Sul ligando para o Disque Saúde 0800-61-1997.

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) também criou um guia de bolso de saúde do viajante com informações rápidas e muito úteis. Você também pode contatar a Anvisa pelo 0800 642 9782.

***

Agora que você já sabe tudo sobre as vacinas para viajar, é hora de decidir a próxima parada e arrumar as malas!

Comprar passagem de ônibus

Pesquisar passagens de ônibus