Planejar uma viagem com toda a família pode ser uma tarefa difícil. São muitos os gostos que temos de agradar, conciliando interesses, idades e outros fatores. O destino, por exemplo, por vezes se torna um impasse: qual é o lugar mais adequado para viajar com os filhos?

A escolha do local para a aventura familiar depende de alguns quesitos. A idade dos seus filhos é um deles e deve influenciar muito na sua escolha, principalmente no roteiro e em seu planejamento. Quais são os lugares ideais e apropriados para serem visitados? O que levar? Quais cuidados tomar? Confira dicas para viajar com crianças de cada idade e a melhor maneira de fazer isso no post de hoje!

Foto: Banco de Imagens

Foto: Banco de Imagens

Antes de 1 ano

Alguns dizem que viajar com uma criança dessa idade é desnecessário, mas isso não é verdade. A chegada de uma criança é uma alegria e deve ser aproveitada em família nos melhores passeios para todos, não privar a família de se divertir — basta que você tenha alguns cuidados em mente: não se esqueça de levar o pequeno ao pediatra para verificar medicamentos que devem ser levados, por exemplo. Além disso, tenha em mente que a mala será bem grande: um bebê necessita de fraldas, carrinho, muitas mudas de roupa, brinquedinhos e muito mais. Essa é uma desvantagem, mas não deve atrapalhar a sua viagem.

Pelo lado positivo, é fácil carregar crianças dessa idade para qualquer lugar, seja no colo ou no canguru. Dessa forma, é bem tranquilo fazer passeios por seu destino com ela, desde que você se lembre de tomar cuidado com o sol. O carrinho também ajuda bastante na locomoção e deverá ser muito utilizado durante toda a viagem. A alimentação é outro fator pouco preocupante, já que o bebê dessa idade ainda está mamando ou, no máximo, se alimentando de papinhas que são fáceis de levar.

Na hora de escolher um destino para viajar com crianças dessa faixa etária, opte por lugares que ofereçam hospedagem apropriada para bebês. Hotéis fazenda e resorts, por exemplo, garantem atrações para toda a família, além de muita comodidade. Uma boa opção é a Pousada do Rio Quente, em Caldas Novas, que tem piscinas naturais de água quente e muita infraestrutura para as crianças.

De 1 a 3 anos

Nessa fase, as crianças já cresceram um pouco mais e estão mais aptas a se expressarem e dizerem o que querem. Isso, por um lado, é muito bom: você as entenderá melhor, poderá agradá-las de forma certeira e algumas coisas se tornarão mais práticas por conta da independência delas. A mala, por exemplo, vai diminuindo com o passar do tempo, o que facilita muito parte da viagem.

Por outro lado, algumas coisas podem ficar mais difíceis: no geral, seus filhos podem ficar mais impacientes e agitados, então a autoridade dos pais torna-se mais necessária do que nunca. Junta, no entanto, a família aproveitará muito com essa época deliciosa das crianças: a alimentação, por exemplo, se tornará outro passeio, já que agora elas podem variar o cardápio. Invista em restaurantes com muitas opções de massa, que sempre agradam.

O ideal é que sejam escolhidos destinos com muitas atrações e boa infraestrutura, algo que capte a atenção dos pequenos. Locais com zoológicos ou piscina são uma boa pedida, além de praias. Por isso, não deixe de dar uma olhada em Fortaleza, que, além de estar localizada num belíssimo litoral, conta também com um parque aquático incrível, o Beach Park.

De 3 a 6 anos

O ato de viajar, entrar em contato com diferentes experiências e conhecer lugares novos vai se tornando cada vez mais interessante para as crianças, e cabe aos pais a tarefa de ajudá-las a criar independência e se acostumar com a ideia de estar em diferentes locais com frequência. Toda essa curiosidade em conhecer o mundo é maravilhosa, mas não se esqueça de que o pequeno também deve descansar. Lembre-se do ritmo dele!

Powered by Rock Convert

Fazer amigos é algo que costuma ocorrer com as crianças dessa idade que estão viajando. Além disso, o paladar de cada um vai ficando mais apurado. Essa é, inclusive, uma boa época para que você invista em uma alimentação diferenciada para o seu filho: acostume-o com diferentes pratos da viagem, pois ela crescerá sem frescuras na hora de comer! De maneira geral, essa é a fase da curiosidade e experimentação.

Por isso, procure por um lugar que mantenha as crianças entretidas e com os sentidos a mil, sempre com vontade de conhecer mais. Os resorts e praias são, novamente, uma boa pedida, mas alguns museus e passeio culturais podem começar a ser incluídos no roteiro, como encontramos em cidades históricas.

De 7 a 12 anos

Com os filhos já maiores, a preocupação pode diminuir junto com a mala. Aqui, seus filhos já terão adquirido um pouco de senso de responsabilidade e é bom que isso seja treinado durante a viagem. Um passeio grande, em grupo, é um ótimo aprendizado. Veja como a criança se adapta aos mais diferentes ambientes e pessoas e aproveite esse momento para ensinar sobre respeito e colaboração.

Não se esqueça também de que os pequenos, por mais que não sejam mais tão pequenos assim, ainda querem se divertir. É comum, nessa fase, que os pais queiram deixar o programa mais adulto, e isso deve acontecer sim. Só tenha em mente que a ideia de diversão deles ainda pode ser diferente da sua, então balanceie os passeios, ok?

Lugares que contam tanto com passeios culturais quanto roteiros mais exóticos (que agora são mais fáceis de serem realizados) são válidos. No Brasil, o Pantanal é uma experiência incrível para se aproveitar em família com filhos nessa faixe etária.

Acima de 12 anos

Nesse ponto, com certeza, seus filhos já gostam de ser chamados de pré-adolescentes — ou seja, não querem mais ser tratados como crianças, e isso deve ser refletido na escolha do destino da viagem, bem como seu roteiro e planejamento. Esse será um desafio para você, mas não se desanime: com o passar do tempo, na verdade, escolher os detalhes da viagem vai ficando cada vez mais tranquilo.

Opte por locais que oferecem atrações que vão chamar a atenção deles, como um show de alguma banda que esteja fazendo sucesso ou um jogo de futebol local — vale tudo! Nesse caso, é interessante que você escolha alguma capital para conhecer com os seus filhos. Que tal Brasília, que oferece ver museus, uma série de pontos turísticos e deliciosos restaurantes?

Lembre-se sempre de que, nessa idade, os adolescentes precisam de um pouco mais de privacidade. Escolha, portanto, um destino com uma boa infraestrutura, principalmente no que diz respeito à televisão e internet, afinal, eles também vão querer se divertir sozinhos e atualizar a turma que ficou para trás das novidades, não é?

E aí, viu que não é difícil escolher um destino para viajar com crianças? Basta manter nossas dicas em mente e se lembrar que o principal é que vocês tenham tempo para se divertirem juntos. Já aplicou alguma delas? Tem outra dica infalível para viajar com crianças? Conte para a gente nos comentários!