Viajar é uma das melhores coisas da vida, não é mesmo? E quando você consegue visitar vários lugares gastando pouco dinheiro é ainda mais gratificante. Para alcançar esse feito, a melhor escolha é o mochilão: aquele estilo de viagem que te possibilita conhecer inúmeros locais diferentes, sem necessariamente gastar muito. O melhor é que, mesmo em uma viagem de baixo orçamento, sempre há maneiras de economizar dinheiro. Quer conhecer algumas? Então continue lendo o nosso post!

Fonte: Banco de Imagens

Fonte: Banco de Imagens

Faça um roteiro

Quando você viaja sem rumo, não dá pra saber o que vai acontecer no próximo dia. Ou seja: você não tem informações o suficiente para fazer um orçamento. Por isso, trace um roteiro detalhado da viagem, respondendo às seguintes questões: quais são as cidades pelas quais você passará? Quantos dias ficará em cada local? Onde ficará hospedado? Quais são os programas imperdíveis de cada uma delas? Qual será o meio de transporte utilizado entre uma localidade e outra?

A resposta para essas perguntas é um bom começo para desenhar seu roteiro. Reservas feitas com antecedência podem te poupar um bom dinheiro — e isso vale não só para hotéis, mas também para transporte e passeios turísticos.

Procure estadias mais em conta

Com o roteiro em mãos, agora é hora de colocar todo esse planejamento em prática. Na hora de escolher onde ficará hospedado, leve em consideração os seguintes pontos: você se importa de dividir quarto com outras pessoas? O que acharia de ficar em uma casa de família? O lugar em que você vai se hospedar fica em uma região de fácil acesso?

Existem muitas possibilidades de hospedagem e, definindo esses pontos fica, mais fácil se decidir entre cada uma delas. Fizemos também uma lista sobre as mais comuns, para te ajudar:

Hostel ou Albergue

Se você não se importa de dividir o quarto com outras pessoas, hostels são a melhor opção. Como os quartos são compartilhados, o preço cai bastante. Normalmente há guarda-volumes disponíveis, bastando levar o seu cadeado. Se você não está disposto a dividir um quarto com desconhecidos, não se preocupe! Os hostels também costumam oferecer quartos menores (individuais, duplos ou triplos) que você pode compartilhar com seus companheiros de viagem.

Airbnb

O Airbnb é um sistema on-line por meio do qual as pessoas oferecem suas casas (ou parte delas) para que viajantes se hospedem. Basta fazer uma busca e ver as fotos da casa e da habitação. Se gostar do que estão ofertando, o próximo passo é entrar em contato com a pessoa ou família responsável pela oferta. Se houver uma boa sintonia entre as partes, basta fazer a reserva e curtir a estadia. Os preços costumam ser ótimos!

Powered by Rock Convert

Couchsurfing

Essa é uma opção bem parecida com o Airbnb. A diferença é o preço: o Couchsurfing é de graça. Trata-se de uma comunidade de viajantes ao redor do mundo que oferecem suas casas e buscam pessoas que fazem o mesmo. O esquema é bom, mas não espere conforto e nem “bom atendimento”. O couchsurfing é uma causa muito legal, mas lembre-se de que aquela pessoa está te oferecendo um “canto”, não um quarto de hotel 5 estrelas.

Booking.com

Se as opções acima não te apeteceram, dê uma pesquisada no Booking.com. No site é possível encontrar ofertas com preços bastante acessíveis e promoções mais do que bem-vindas. Apenas lembre-se de procurar uma hospedagem localizada próxima dos seus pontos de maior interesse e/ou de fácil acesso por meio do transporte público.

Evite comer na rua

Geralmente é mais barato comer em casa do que na rua. Por isso, se o local que você escolheu para se hospedar oferecer alguma infraestrutura para cozinhar suas próprias refeições, aproveite a oportunidade! Vá ao supermercado mais perto, compre algumas coisas de que gosta e prepare “em casa”. Procure fazer o menor número possível de refeições na rua. Dá mais trabalho fazer a própria comida, mas a economia certamente será grande.

Vá de carona

Sim: vá de carona! Aventure-se um pouco, conheça novas pessoas e colecione histórias pelas estradas em que passar. Pegar carona não é tão perigoso quanto parece, mas caso você tenha receio, não o faça sozinho.

Vá de ônibus

Fonte: Banco de Imagens

Fonte: Banco de Imagens

Se for viajar apenas com a sua própria companhia e não quiser se arriscar, vá de ônibus. O bom e velho “busão” é um meio de transporte superseguro, rápido, aconchegante e o melhor: barato!

E então, vai adotar alguma dessas dicas para economizar em seu mochilão? Tem mais alguma para compartilhar com os outros leitores? Conte suas experiências e opiniões abaixo nos comentários.